Como escolher um proficional para registrar o seu evento

Retirei uma parte dessa materia do sit NOTICIAS HOJE feita pelo fotografo Vinicius Matos (www.viniciusmatos.com.br)  e acrescentei mais algumas detalhes e espero em te ajudar em determinadas partes. 

Cuidado ao escolher o profissional

Na hora do casamento o fotógrafo desaparece ou simplesmente bebe mais do que os convidados. Parece mentira, mas a partir daí, o resultado das tão esperadas fotos se transforma em pesadelo. Cabeças cortadas, imagens desfocadas, iluminação estourada, a mãe que não aparece em nenhuma imagem ou o auxiliar do fotógrafo que, ao contrário, insiste em ficar no fundo da única imagem em que a noiva não aparece piscando. Para tentar evitar que cenas como essas façam parte de um álbum de casamento medidas bem simples podem ser tomadas, basta ser cauteloso e não deixar para escolher o fotógrafo na última hora.

Ao contrário da esposa que não consegue sequer tocar no assunto, o empresário Raphael Zanetti, 35 anos, já fala e até mesmo ri do álbum de fotografias do seu casamento. “A equipe que contratamos tinha quatro caras. Fizeram centenas de fotos e odiei a maioria, talvez por conta do meu olho clínico, queríamos tudo mais perfeito. Mas a impressão que tivemos já no início da festa era de que o dono da empresa chamou o filho, o sobrinho, o amigo de um primo e um outro moleque para fazerem as fotos”, recorda. Zanetti lembra que no fim da festa um deles estava bêbado. “Pra escolher as fotos foi uma luta. Tivemos que repetir imagens de uma mesma fotografia e pedimos uma versão colorida, outra sépia e outra preta e branca. Ainda assim ficaram faltando imagens e complementamos nosso álbum com fotos de amigos”.
 O álbum de casamento de Marc e Sylvia Day, moradores da cidade de Wakefield, no Norte da Inglaterra, incluiu fotos mostrando somente a parte de trás das cabeças dos convidados, as cabeças aparecem cortadas e imagens somente de carros. O casal pagou mais de R$ 4 mil por um pacote incluindo fotos e um vídeo do casamento. “Nós tínhamos que escolher 40 fotos e só conseguimos achar 22 que pareciam razoáveis. Eu olhava para as fotos e pensava: ‘não acredito que isso aconteceu’”, conta Sylvia.

    Muitas vezes o mais importante não é o preço, mas a empatia. “Muitas vezes o fotógrafo é um excelente profissional, mas você e a equipe dele não se identificam. Ele pode ter feito lindas imagens do casamento da sua melhor amiga, mas isso não garante que o trabalho dele tenha a ver com o que casal realmente é e quer”, .
 

Boa Sorte!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s